Get Firefox Contactos E-mail: rui.caldeira@uma.pt
 
 
Introdução Investigação Serviço de dados Produtos Operacionais Publicações Clusters F.A.Q. Pessoas Links
 
 
 
Suporte Finnanceiro
http://www.fct.mctes.pt/
 
Participantes
http://www.ciimar.up.pt/
http://ccm.uma.pt/
 
 
 
 
 
 
 
Em geofísica "Esteiras de Ilhas" é uma definição atribuída ao estudo dos efeitos induzidos pelas montanhas das ilhas (esteiras atmosféricas), assim como aos efeitos induzidos pela batimetria das ilhas (esteiras oceânicas). O estudo das esteiras oceânicas por sua vez pode ser agrupado em duas principais categorias (i) esteiras induzidas pela fenomenologia atmosférica (ex. Esteiras de àgua quente), e (ii) esteiras induzidas pela fenomenologia oceânica (ex. correntes e ondas do mar). Ambos os fenómenos, esteiras atmosféricas e oceânicas, têm vindo a ser objecto de intenso estudo pela comunidade científica. Contudo, são poucos os estudos concentrados nos efeitos das esteiras atmosféricas na formação das esteiras oceânicas. Além disso, pouco se sabe sobre o" ciclo de vida" destes fenómenos, i.e. Como evoluem no tempo e no espaço? O que leva para à sua formação e dissipação?
 
"Esteiras de ilhas, da formação à dissipação. Um estudo oceanográfico no Arquipélago da Madeira." é o título de um projecto científico, financiado pela FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia (POCI/MAR/57265/2004). Os principais objectivos deste projecto são: (i) estudar a relação entre as esteiras atmosféricas e oceânicas; (ii) estudar o seu ciclo de vida. O estudo tem como foco os efeitos gerados pelas ilhas do Arquipélago da Madeira (Madeira e Porto Santo), sobre os fluxos atmosféricos e oceânicos. Madeira é um arquipélago localizado no Atlântico Nordeste (32 º N; 17 º W). A ocorrência das esteiras nas ilhas do Arquipélago da Madeira foi inicialmente sugerida por estudos efectuados a partir de dados de satélite e a partir da análise de dados in situ (Caldeira et al., 2002).
 

 No entanto, o estudo da dinâmica geofísica do Arquipélago da Madeira está ainda muito pouco discutido na literatura científica.

 
O projecto é liderado por uma equipa multidisciplinar na Universidade da Madeira, em colaboração com colegas do Instituto de Oceanografia (IO) da Universidade de Lisboa. Os membros da equipa têm formação em oceanografia física, meteorologia e matemática. Complementarmente aos objectivos científicos, e tirando partido do conhecimento e experiência de alguns membros da equipa, estão a ser implementados, a título experimental, modelos de previsão meteorológica e oceanográfica para a Madeira, acessíveis através deste site (produtos operacionais). No entanto, o projecto também beneficia da colaboração de uma crescente lista de instituições, que não estavam presentes na proposta inicial, mas que pelo interesse e novidade do tema estão dispostos a contribuir com conhecimentos técnicos, ajuda logística e/ou a fornecer acesso a mais produtos oceanográficos e recursos computacionais, estes incluem: Centro de Ciências Matemáticas (CCM); Museu da Baleia (CMM); Instituto hidrográfico; Estação de Biologia Marinha do Funchal (MBE); CREPAD – Centro de Recepción, Proceso, Archivo y Distribución de datos de Observación de la Tierra do Ministério de Defesa Espanhol assim como do CIMAR – Centro de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto.
 
 
 
Design: Énio Freitas Webmaster: Rui Vieira © 2007-2013 UMa E-mail: rui.caldeira@uma.pt

Valid HTML 4.01 Transitional

CSS vĂ¡lido!